by Amita

Som do pensamento

 

Sonho em acordes que dormem sobre teclas, acolchoados por arpejos suaves.
Sozinha ouço meu pensamento comprido; ao longe outros botões batem
dizeres, sons que já há tempos fiz meus e sigo repetindo como oração de terço.

Distraidamente ocupada no meio de vocais, cordas,

bebo a safra de 1974, enquanto assisto meu destino desfilar calmo, coberto por nuvens que não pretendo dissolver.

Deixo o tempo fazer seu trabalho antes dos raios de sol.

bjs_II_

 



Escrito por amita às 09h38
[   ] [ envie esta mensagem ]





by ph_amita

I guess it's just a feeling

 

 

Sonora acima, abaixo, ao longo do rio. Silêncio das notas limpas no fade out dos freios, passos de madeira apressados e ardidos, enchem de eco onde nunca deixa de soar: minha cabeça

Lugar que contém meus mais que 3 tempos, de tons e não-tons não tão gris como os maus olhos e ouvidos por vezes insistem em pronunciar, de linguagem sortida enfeitada com tradição que inova e bem recebe o comum, o desapercebido, o estranho, o unpublished,
o qualquer.

Nela me vejo inteira e ninguém desde a primeira, e me fiz-defiz em tantas outras, ouvindo minha voz quase contralto alinhavar flores vermelhas e sorrisos ao chá. A ela devo tudo (quase), eternamente ávida por seu aconchego discreto, tímido, que hoje, 3 décadas depois, leio com destreza e devoção visceralmente genética por escolha, yes indeed.

4 desafinados hoje perturbaram a condução orquestral das linhas de base de eu arranjo ousado. E mais uma vez meu coração por uns segundos interrompeu de bater pra fora, e bateu por dentro assim, como um trovão distante. 
Achei que fosse só impressão minha...não era.

bjs_II_  
ps: 
O que  será que você está ouvindo agora aí dentro ?

 

You can hear the sound of the underground trains

You know it feels like distant thunder

You know there’s so many people living in this house

And I don’t even know their names

 

I guess it’s just a feeling…in the city

 

You can hear the sound of the underground trains

You know it feels like distant thunder

Walls so thin I can almost hear them breathing

And if I listen in I hear my own heart beating

 

 



Escrito por amita às 13h57
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]

  Ver mensagens anteriores

links
  fiteiro
  música é o negócio
  impressoes de fevereiro
  spoiler
  lotta continua
  anaconda
  mude
  sovaco de cobra
  giralata
  gandalf
  poesia de latrina
  hora do café
  opyo
  impressões de ontem
  vita manifesta
  collective intelligence
  anita roddick
  no war blog
  night passage